Out 31 2018

Hoje Foi Dia de Projeto+ na EB 2/3 Cego do Maio

No âmbito do Programa de Flexibilidade Curricular o Agrupamento de Escolas Cego do Maio teve hoje o seu primeiro dia de paragem letiva nos 5.º e nos 7.º anos para o trabalho de projeto das turmas destes anos de escolaridade.

Ao longo deste dia as turmas do 5.º e do 7.º ano desenvolveram diversas iniciativas para a execução do projeto da turma.

Esta nova metodologia incentiva cada uma das turmas a trabalharem num subtema enquadrado no tema geral que o Agrupamento definiu para 2018/2019, “O Património Cultural da Póvoa de Varzim“.

Cada turma decidiu-se pelos seguintes temas que serão trabalhados na disciplina de Projeto+ e que contará com 3 momentos de paragem letiva ao longo do ano letivo para o trabalho interdisciplinar com vista ao desenvolvimento do subtema escolhido por cada turma.

Os momentos de paragem para este trabalho interdisciplinar são os seguintes:

  • 31 de Outubro e 2 de Novembro
  • 7 e 8 de Março
  • 13 e 14 de Junho

Os subtemas escolhidos pelas turmas são os seguintes:

Hoje damos conta dos projetos das turmas do 5.º C e do 7.º E.  São diretores de turma do 5.º C a professora Sara Silva e do 7.º E a professora Mónica Brandão.

A turma do 5.º C tem como objetivos no seu projeto:

– Conhecimento e divulgação do património cultural da Póvoa de Varzim.
– Fomentar o gosto pela recolha de elementos do património cultural poveiro.
– Incentivar a pesquisa e o trabalho de grupo.
– Incutir o gosto pelo conhecimento das raízes culturais poveiras.
– Promover a interdisciplinaridade.
– Dar a conhecer os trabalhos desenvolvidos.

 

A turma do 7.º E convidou o ceramista Delfim Manuel para os orientar na execução de peças em cerâmica que serão oferecidas aos alunos e professores do Erasmus+ que vêm visitar a EB 2/3 Cego do Maio em março de 2019.

São objetivos do projeto do 7.º E os seguintes:

  • dominar capacidades nucleares de compreensão e de expressão nas modalidades oral, escrita e visual;
  • utilizar diferentes linguagens e símbolos associados às línguas, à literatura e às artes;
  • utilizar instrumentos diversificados para pesquisar, descrever, avaliar, validar e mobilizar informação, de forma crítica e autónoma;
  •  incutir o espírito crítico e de pesquisa;
  • dar a conhecer a cultura, gastronomia e história poveira;
  • interagir com alunos de culturas e línguas diferentes;
  • cumprir com as regras estabelecidas;
  • ser responsável e autónomo no desenvolvimento do projeto;
  • saber trabalhar em equipa;
  • promover a interdisciplinaridade;
  • desenvolver os diferentes domínios da língua materna, francesa e inglesa;
  • promover a criatividade e a autoconfiança;

Este slideshow necessita de JavaScript.