Ago 19 2018

Candidatura aprovada: AE Cego do Maio novamente nos Projetos Erasmus+

O AE Cego do Maio realizou duas candidaturas ao Programa Erasmus+ (KA2) – Parcerias Estratégicas entre Escolas  e, de momento, sabemos que uma já foi aprovada.

 

Assim, mais uma vez o AE Cego do Maio irá participar num Projeto financiado pelo Programa Erasmus+, Cooperação para a Inovação e Intercâmbio de Boas Práticas (KA 2) Parceria Estratégica entre Escolas, desta vez, com instituições da Alemanha (país coordenador) Grécia e França. Este projeto tem no seu eixo temático as palavras-chave para os jovens cidadãos da UE – Mobilidade, flexibilidade e inovação.

“OFF THE BEATEN TRACKS – A TEENAGE TRAVEL GUIDE TO EUROPE”, título do projeto (“Fora dos circuitos habituais – Um Guia de Viagens da Europa  para Adolescentes ”), que irá ser implementado nos anos letivos 2018-19 e 2019-20, dará aos alunos a oportunidade de desenvolverem tarefas específicas relacionadas com as metas do Programa da UE para a Educação e Formação na Europa 2020.

Durante esta cooperação, pretendemos que os alunos “saiam dos trilhos” também na sua rotina educacional diária e encontrem novas abordagens para adquirir conhecimentos, novas formas de aprender e planear o futuro.

As atividades incidirão na construção de um guia de viagens exclusivo, escrito e produzido por adolescentes para outros adolescentes, uma categoria que o mercado de guias de viagem dificilmente cobre. O enfoque será dado no uso de línguas estrangeiras (inglês, francês) de uma maneira autêntica e no “experienciar” a Europa fora das salas de aula. Todas as atividades terão como objetivo estimular a criatividade e o empreendedorismo, como por exemplo, examinar a região da sua própria escola e as suas atrações turísticas para adolescentes,  trabalhar como guias turísticos para os convidados internacionais durante as reuniões transnacionais;  conhecer as regiões dos parceiros pesquisando e criando livros eletrónicos; discutir e refletir sobre os princípios de redação e produção de guias de viagem, e, por fim, criar o nosso próprio guia de viagens para jovens que abrange cada região.

Alunos e professores estarão envolvidos em atividades de intercâmbio entre os diferentes países, o que representa uma oportunidade importante para aumentar a motivação, melhorar as competências linguísticas, sociais e interculturais, aprender muito sobre outras culturas, encontrar novos amigos e desenvolver o sentimento de pertença à Europa.
As atividades e experiências realizadas permitirão um impacto efetivo em todos os participantes diretamente envolvidos. Esta experiência trará benefícios que irão permanecer no tempo como uma experiência inesquecível para os estudantes e certamente influenciarão a forma como veem a escola e o mundo e a tomada de consciência da sua cidadania europeia.
Os professores terão a oportunidade de conhecer outras metodologias de ensino/aprendizagem, desenvolver uma visão mais ampla e uma maior abertura à cooperação e  à inovação, a nível transnacional.

Para além das atividades a desenvolver dentro e  fora  da  sala  de  aula,  alguns  dos  alunos  terão  a  possibilidade  de  visitar  os  países  envolvidos  no  projeto,  assim  como  receber,  nas  suas  casas  e  na  escola,  os  seus  pares  europeus. A primeira mobilidade terá lugar no   mês de novembro e levará 8 alunos e 3 professores à Alemanha.  Em março de 2019 receberemos os alunos e professores de todas as escolas participantes. No ano letivo 2019/2020 realizam-se as mobilidades a França e à Grécia.

Os alunos que irão participar nas mobilidades serão selecionados entre as turmas que frequentam o 8.º ano em 2018-19. Os critérios de seleção serão apresentados aos alunos pelas professoras de Inglês e Francês.