Set 19 2017

EB 2/3 Cego do Maio – 20 Anos a Servir a Comunidade

“UNIDOS A EDIFICAR O FUTURO”
Escola Cego do Maio Celebra 20 Anos ao Serviço da Comunidade

 

 

A Escola Básica 2,3 Cego do Maio, na Póvoa de Varzim, comemorou na sexta-feira, 8 de Setembro, o seu 20º aniversário, com uma cerimónia que contou com a presença de João Costa, Secretário de Estado da Educação, Luís Diamantino, vereador da Educação da Câmara Municipal, professores, assistentes operacionais e assistentes técnicos, e directores de agrupamentos de escolas do concelho.

Foram também convidados para a sessão os professores que integraram a Comissão Instaladora e todos os que trabalharam na antiga EB 2,3 de Penalves no ano lectivo 1997/1998. No fim da cerimónia, foi hasteada a bandeira comemorativa dos 20 anos e a celebração de uma missa, no recinto da escola, pelo arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga.

Arlindo Ferreira, director da EB 2,3 Cego do Maio, tomou posse do cargo no passado mês de Junho e tem como grande objectivo transformar a imagem da escola, acabando com alguns estigmas resultantes do facto de acolher alunos provenientes de realidades socioculturais e familiares muito difíceis: “Queremos fazer da Cego do Maio uma escola de referência e que todos os alunos sintam orgulho em estudar aqui”.

É fundamental combater os estigmas instalados, reforçou Arlindo Ferreira: “A cerimónia de hoje já pretende mudar a imagem da Escola Cego do Maio, abrilhantada com a presença do Secretário de Estado da Educação. Queremos que a escola deixe de ter uma conotação negativa, não por culpa dos profissionais que cá trabalham, que são excelentes, mas pela realidade social de muitos dos nossos alunos, provenientes de meios socioculturais difíceis, e muitos sem a devida retaguarda familiar. Para isso, vamos implementar sistemas de controlo de indisciplina, para combater esta problemática, e também vamos ter dois psicólogos na escola a trabalhar directamente com os alunos e com as famílias”.

“Unidos a Edificar o Futuro” é o novo lema da escola, numa altura em que celebra duas décadas de serviço à comunidade. Arlindo Ferreira informou que a Cego do Maio vai preparar-se para a autonomia: “Não podemos ter medo de arriscar, inovar e procurar novas soluções.  E esta necessidade de mudança foi manifestada pelos próprios professores. Apesar de não estarmos integrados no programa de flexibilização e autonomia, vamos começar a dar passos nesse sentido, procurando adequar o currículo às características das turmas e dos alunos”.

João Costa, Secretário de Estado da Educação, começou por referir que “nada melhor para assinalar a abertura oficial do novo ano lectivo do que estar presente nas comemorações do 20º aniversário da Cego do Maio. O que faz a escola não são as paredes, mas as pessoas que cá trabalham, os professores, que são as pedras vivas destes alicerces, o pessoal não docente, e sobretudo os alunos. Saúdo o projecto educativo da nova direcção desta escola, que pretende encarar a educação pedagógica como um instrumento para garantir as melhores aprendizagens”.

A Voz da Póvoa, 13 de setembro de 2017, página 5

 

Leia a notícia na íntegra na edição impressa.