Uma manhã com a Marinha Portuguesa

No dia 14 de fevereiro de 2020, as turmas do 4.º K e do 4.º L da EB1/JI do Século deslocaram-se à marina de Vila do Conde a fim de participarem na atividade “Alista-te por um dia”.

Esta atividade foi dinamizada pelos fuzileiros da Marinha Portuguesa com o objetivo de melhorar a imagem e o conhecimento das Forças Armadas, promovendo os Valores Militares.

Imbuídos de grande espírito aventureiro e alegria contagiante, os alunos tiveram a oportunidade de embarcar a bordo de um veículo anfíbio de assalto e deslizar nas ondas no interior de um bote de borracha movido a motor a gasolina, naquele que foi o “batismo de mar” para a maioria dos participantes.

Foi uma manhã espetacular, incrível e cheia de diversão!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Participação nas Olimpíadas de Escrita 2020

No passado dia 13 de fevereiro, 18 alunos da E.B. 2,3 Cedo do Maio participaram na edição de 2019/2020 das Olimpíadas de Escrita, inserido no Projeto Escola da Minha Vida e que decorreu no Diana Bar . O tema do concurso foi lançado por Ana Paula Mateus, escritora, que, além disso, partilhou experiências para despertar o processo criativo dos jovens alunos. Licenciada em Ensino de Português e Francês pela Universidade do Minho e com Mestrado em Teoria da Literatura, na variante de Literaturas Lusófonas, Ana Paula Mateus venceu o Concurso Literário Correntes d’Escritas/ Fundação Dr. Luís Rainha duas vezes, em 2011 e 2015.

Os resultados das Olimpíadas da Escrita vão ser revelados no dia 8 de maio, no Pavilhão Municipal, na Festa de Encerramento do Projeto Escola da Minha Vida. Entretanto, acompanhe o Projeto Escola da Minha Vida 2019/2020.

Participaram os seguintes alunos na edição deste ano:

Lucas de Oliveira Canossa

Iara Carina Esteves Antunes

Joana Pereira Miranda

Maria Morim Mendes

Micael Oliveira Lage

João Manuel Carvalho Cruz

Melissa Yassunaga de Melo

António Pedro Almeida Rainha

Angelino Maria André Cabral

Daniel Dourado da Silva Marques

Ana Beatriz dos Anjos

Angelina Ramos Lourenço

Miguel Edgar Santo

Telmo Luís Oliveira Sena

Isa Maria Silva Duarte

Gabriela Ramos

Sara de Jesus Simões

Bruna Pereira Marques

Eco-Escolas (Plano de Ação da E.B. 2,3 Cego do Maio)

No passado dia 12 de fevereiro reuniu o Conselho Eco-Escolas da E.B. 2,3 Cego do Maio que aprovou o seu Plano de Ação para 2019/2020.

Ao longo da semana reuniram também os Conselhos Eco-Escolas das escolas EB1/JI do Século, EB1/JI da Pedreira, Argivai e EB1/JI da Giesteira.
Pela primeira vez o Agrupamento de Escolas Cego do Maio possui Eco-Escolas em todas as suas escolas, podendo no final do ano candidatar-se a Eco-Agrupamento.

O Município da Póvoa de Varzim é parceira das nossas Eco-Escolas e participa também nos Eco-conselhos de todas as escolas.

Porque cada vez é mais importante abordar a sustentabilidade ambiental o Agrupamento de Escolas Cego do Maio dá o seu exemplo com 4 escolas inscritas no projeto Eco-Escolas de 2019/2020.

 

O que é o Eco-Escolas?

O Eco-Escolas é um programa internacional da “Foundation for Environmental Education”, desenvolvido em Portugal desde 1996 pela ABAE. Pretende encorajar ações e reconhecer o trabalho de qualidade desenvolvido pela escola, no âmbito da Educação Ambiental para a Sustentabilidade.
O programa é coordenado a nível internacional, nacional, regional e de escola. Esta coordenação multinível permite a confluência para objetivos, metodologias e critérios comuns que respeitam a especificidade de cada escola relativamente aos seus alunos e caraterísticas do meio envolvente.

Para além do apoio das pessoas e Instituições da Comissão Nacional, o Eco-Escolas conta ainda com a parceria de vários municípios e apoios específicos de mecenas para algumas das suas atividades. Fornece ainda metodologia, formações, materiais pedagógicos, apoios e enquadramento ao trabalho desenvolvido pela escola.

Nos dias 27 e 28 de Fevereiro o AECM Aborda o Tema do Bullying

O Agrupamento de Escolas Cego do Maio aderiu à iniciativa nacional “Escolas sem Bullying, Escolas sem violência” e nos dias 27 e 28 de fevereiro de 2020 vai promover iniciativas na escola para alunos, professores e pais, no âmbito dos dois dias de paragem letiva para o trabalho de Projeto+ (iniciativa esta que decorre do nosso plano curricular do agrupamento).

O Agrupamento de Escolas Cego do Maio preocupa-se com esta problemática e pretende sensibilizar toda a comunidade para este problema erradicando-o na nossa organização.

No dia 27 de fevereiro, alunos e professores terão sessões sobre este tema e no dia 28 de fevereiro a sessão será aberta aos pais e encarregados de educação.

Os subtemas a abordar serão:

Alunos:Como ser um agente anti-Bullying

Professores:  “Prevenir, Identificar e Parar o Bullying

Pais:Torne o seu Filho à Prova de Bullying

 

 

Mais informações aqui sobre o Plano de “ESCOLA SEM BULLYING. ESCOLA SEM VIOLÊNCIA” – PREVENÇÃO E COMBATE AO BULLYINGCIBERBULLYING E A OUTRAS FORMAS DE VIOLÊNCIA

Sessão para Pais – Torne o Seu Filho à Prova de Bullying (28 de fevereiro)

No próximo dia 28 de fevereiro de 2020, pelas 18:00, o Agrupamento de Escolas Cego do Maio em parceria com o Projeto Póvoa de Varzim Promove Valores, da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim vai realizar uma sessão para pais e encarregados de educação no auditório da EB 2,3 Cego do Maio com o tema “Torne o seu filho à prova de Bullying” com apresentação da Dr.ª Inês Andrade da Associação “No Bully, Portugal“.

Ao longo da próxima semana serão enviados convites a todos os Encarregados de Educação para estarem presentes nesta sessão.

Contamos com a vossa presença neste encontro que irá discutir o tema do Bullying que, infelizmente, ainda se encontra tão atual.

Dia da Internet Mais Segura no AECM

Hoje, 11 de fevereiro, celebrou-se o Dia da Internet Mais Segura e o AECM  juntou-se às  iniciativas que querem sensibilizar para a importância da adoção de práticas em que a segurança digital é a palavra de ordem.

A turma E do 7.ºano, em colaboração com a biblioteca escolar, a disciplina de Cidadania e desenvolvimento e no âmbito do projeto eTwinning que desenvolve na disciplina de Inglês (“GPE Challengers”), realizou a atividade “Estendal da segurança digital”, tendo como referência o tema base escolhido para este ano: “Together for a better Internet” – Juntos por uma Internet melhor!

Vídeo da atividade:

As turmas de TIC, ao longo deste mês visitam a página seguranet.pt e jogam os jogos aí promovidos sobre a temática da Segurança Digital.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O AECM aceitou o convite da página oficial Seguranet e preparou um mapa de atividades que envolvem vários públicos da comunidade escolar que vão ser dinamizadas sobre as temáticas relacionadas com a Segurança Digital, durante o mês de fevereiro de 2020 e estão divulgadas nesta plataforma: https://www.seguranet.pt/fevereiro2020/atividade/unidos-edificar-um-futuro-seguro

Selo de segurança Digital de OURO atribuído ao AECM

A Direção tem o prazer de informar que o Agrupamento de Escolas Cego do Maio obteve o reconhecimento máximo em termos de Segurança Digital – eSafety Label Gold. Esta certificação comprova que no nosso Agrupamento fazemos a promoção de um ambiente seguro e enriquecedor e o acesso seguro às tecnologias digitais, como parte da experiência de ensino e aprendizagem.

Esta iniciativa, desde 2012, já atribuiu 9 Selos de Ouro, 45 Selos de Prata e 182 Selos de Bronze.

Este ano de 2019/20 conta já com 2 Selos de Ouro publicados e um deles é atribuído à nossa Escola!

Estamos muito orgulhosos pelo nosso trabalho realizado na área da segurança digital, uma pegada que certamente vai crescer em criatividade e aprendizagem partilhada, reforçando a nossa identidade e a nossa presença na nossa comunidade e nas plataformas de ensino e aprendizagem internacionais.

O Selo de Segurança Digital é um serviço europeu de certificação e de apoio às escolas, que visa promover um ambiente seguro e enriquecedor e o acesso seguro às tecnologias digitais, como parte da experiência de ensino e aprendizagem. Através deste projeto, a Direção-Geral da Educação apoia as escolas (alunos, pais, professores e funcionários), para que possam lidar com todos os aspetos relacionados com a segurança digital, uma iniciativa Europeia dirigida às escolas com o objectivo de promover e certificar práticas de segurança digital. Este projecto tem múltiplas parcerias, é apoiado por empresas, vários Ministérios de Educação Europeus, a European Schoolnet e os seus Centros Nacionais de Segurança Digital

O projeto eSafety Label+ desenvolve um conjunto de recursos relacionados com as áreas das políticas, práticas e infraestruturas que podem, e devem ser utilizados nas escolas:
https://www.esafetylabel.eu/outputs-esafety_champions/champion_materials

Mais informações sobre o Selo no seguinte link: https://erte.dge.mec.pt/esafety-label

O Plano Estratégico de Segurança Digital do Agrupamento de Escolas Cego do Maio aprovado em Conselho Pedagógico de 29/01/2020 para o período 2020 e 2021.

“La Chandeleur” – Atividade da Área Disciplinar de Francês

No dia cinco de fevereiro as aulas da disciplina de francês da E.B. 2,3 Cego do Maio foram transferidas para o Clube de Línguas, tendo assumido uma vertente mais prática, para a realização da atividade “La Chandeleur”.

Ao longo do dia, sete turmas dos 7.º, 8.º e 9.º anos, das professoras Beatriz Moreira e Olga Azevedo, assim como os alunos do 5.º e 6.º anos inscritos no Clube de Línguas contribuíram de forma muito empenhada para o sucesso desta atividade.

No início de cada aula, foi apresentada a origem da tradição francesa de se comerem crepes no dia dois de fevereiro, assim como algumas lendas que lhe estão associadas. Uma das lendas que mais curiosidade despertou nos nossos alunos foi a que diz que, para termos sorte, devemos fazer saltar um crepe na frigideira com a mão direita, enquanto a mão esquerda guarda uma moeda de ouro. Como demonstram as imagens, muitos foram os alunos que quiseram experimentar a sua sorte.

De seguida, foi apresentada a receita dos crepes, revendo-se o vocabulário sobre a alimentação, assim como os artigos partitivos, tendo finalmente chegado o momento mais esperado: a confeção dos crepes pelos alunos mais dotados e a degustação por todos.

De referir que a preocupação ecológica não foi descurada, tendo todos os alunos sido orientados para a separação correta do lixo.

Resta realçar o excelente comportamento dos nossos alunos e o seu envolvimento na atividade, que foram fundamentais para que todos os objetivos fossem atingidos.

A Representante da Área Disciplinar,

Beatriz Moreira

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Correntes em Rede II – a aprender é que a gente ensina

Vai decorrer, no âmbito das Correntes D’ Escritas, entre os dias 15 e 23 de fevereiro, a Oficina de Formação “Correntes em Rede II: A aprender é que a gente ensina” / II Encontro de Professores Bibliotecários da Póvoa de Varzim.

A Ação de formação é dirigida a professores com a colaboração da Rede de Bibliotecas Escolares.

A Mesa de Abertura, subordinada ao tema A aprender é que a gente ensina, com a participação de Luı́s Carmelo, Luı́s Diamantino, Maria Antonieta Cunha, Mafalda Milhões e Tino Freitas, tem lugar no dia 18, no Diana Bar, às 10h00.
No mesmo dia e no dia 19, entre as 16h00 e as 19h00 realizam-se as seguintes oficinas:
1. Imagem, texto e narrativa–Possidónio Cachapa (Diana Bar)
2. O espaço e a escrita– Isabel Rio-Novo (Fundação Dr. Luís Rainha)

Nos dias 20 e 21, entre as 16h00 e as 19h00 realizam-se em simultâneo as oficinas:
3. Escrever e contar – JoãoTordo (Diana Bar)
4. Escrita e  ocorpo– Isabel Bezelga (Cine-Teatro Garrett – Sala de Aquecimento)
5. Oficina mista: literatura,música–Ana Margarida de Carvalho (Universidade Sénior)

Dia 21, sexta-feira, às 19h30 , tem lugar a Sessão Plenária.

As inscrições para esta ação, que são limitadas, decorrem até ao dia 12 de fevereiro às 23h59. Encerrarão mais cedo se atingirem o limite.

Durante os vários dias do Festival os professores participarão nas mesas da Programação do Correntes d’Escritas

EB1/JI da Giesteira Preocupada com o Ecossistema Marinho Envolve Comunidade em Atividade envolvendo a LIPOR

Os pais e os encarregados de educação dos alunos da EB1/JI Giesteira aderiram com entusiasmo à atividade proposta pelas docentes, e que teve a colaboração de Joana Oliveira, da LIPOR.

Esta atividade foi dividida em dois momentos e tinha como principal intenção despertar, em todos os presentes, a urgente necessidade de mudarmos os hábitos de consumo.

Na sala de aula, durante o horário letivo, os alunos participaram numa atividade prática, dinamizada pela Joana Oliveira, para entenderem como a presença de plásticos nos ecossistemas marinhos cria impactos negativos nos oceanos e nas praias.

No final do dia, alunos e familiares transformaram uma “velha” t-shirt em um saco “novo” para irem às compras.

Ambas as atividades concretizaram o propósito de desenvolver nos alunos uma cultura cívica e de mobilizar toda a comunidade educativa na sua formação.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Load more

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!