Mindfulness na escola – o testemunho dos alunos

O AE Cego do Maio tem vindo a fazer uma aposta na introdução de práticas de Mindfulness na escola  e, este ano, continuou a implementar o projeto Mindfulness iniciado em 2017 em parceria com a Associação Mentes Sorridentes. Devido à pandemia de covid-19, os moldes em que as práticas eram anteriormente realizadas tiveram de ser modificadas e, este ano, o programa abrangeu dois grupos de alunos de apenas duas turmas, num total de 20 alunos.

Nas sessões semanais compostas por diversas dinâmicas através de práticas Mindfulness realizadas na sala criada para o efeito (e durante o Ensino a Distância em sessões online), favorece-se a aquisição de competências como o autoconhecimento, a comunicação e a autorregulação emocional, entre outras, contribuindo para o crescimento emocional equilibrado e o bem-estar geral dos participantes.

Os alunos, sob a orientação da professora Ana Ribeiro, treinaram o seu “músculo da atenção”: ouvindo um som até ao fim; prestando atenção às sensações do corpo; reparando como se estavam a sentir no “agora”, entre outras práticas. Ao longo das sessões semanais, os “exercícios” foram sendo interiorizados e integrados no dia-a-dia destes jovens, dando-lhes uma maior consciência do seu foco, dos seus padrões de pensamento, uma maior presença nas situações que vivem no momento e o aumento da empatia e compaixão. Os testemunhos (em vídeo) de alguns destes alunos sobre a importância e o impacto do projeto nas suas vidas traçam o melhor retrato de um projeto bem-sucedido.

Para além da orientação nestas sessões semanais, também foram realizadas em algumas turmas, com todos os alunos, curtas práticas de atenção plena com exercícios respiratórios no início das aulas que proporcionam um relaxamento propício à concentração.

This slideshow requires JavaScript.

O interesse pelas práticas Mindfulness levou a que também as temáticas e práticas partilhadas com outros parceiros europeus conduzisse à criação de um Projeto eTwinning – Taste the Present – através do qual um grupo de alunos desenvolveu atividades na plataforma  com alunos de Itália, Suécia e Ucrânia.

Os resultados preliminares de uma investigação liderada por Ana Paula Matos, da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da UC (FPCEUC), e com a colaboração de investigadores das universidades Emory, nos Estados Unidos da América, e da Islândia, mostram que a pandemia de covid-19 teve “um significativo impacto negativo na saúde mental dos jovens portugueses, especialmente nos níveis de depressão e de ansiedade”. A equipa verificou também um aumento de emoções negativas, “como tristeza, medo e raiva, e de sintomas de ansiedade e uma descida da felicidade”. Os resultados obtidos, sustenta Ana Paula Matos, “salientam a necessidade de se dotarem os jovens de mecanismos de proteção para a depressão, promovendo competências de autocompaixão e ‘mindfulness’ e uma perceção mais positiva de si próprio/a”.

O Teatro, o Eco-clube e o eTwinning juntos pelas causas ambientais (vídeo)

Spot publicitário que alerta para as questões ambientais criado em conjunto pelo Clube de Teatro e o Eco-Clube no âmbito do projeto eTwinning “The See we want to see”

Clube Teatro: De novo e sempre “em cena”

De regresso às aulas presenciais, durante o 3.º período,  o Clube de Teatro realizou várias atividades que registou em formato de foto e vídeo:

Feita uma análise/reflexão sobre o trabalho desenvolvido ao longo do ano letivo, pode concluir-se que as atividades promovidas tiveram um forte impacto em todos os elementos envolvidos.

Continuaremos a promover iniciativas, novas estratégias, trabalho colaborativo e a transição digital.

A Coordenadora: Fátima Veloso

Algumas cenas da obra “O Príncipe Nabo”, de Ilse Losa

This slideshow requires JavaScript.

Cartão Cidadão Plantas – apresentações Ciências Naturais 6.ºano

O universo das plantas é vasto e complexo.

Os alunos do 6.ºano da Escola Cego do Maio, em Ciências Naturais, fizeram uma primeira abordagem às suas características. Perceberam em que consiste a fotossíntese,  qual a sua importância para toda a vida do Planeta e qual o papel das flores na reprodução das plantas.

Como complemento e para conhecerem a grande variedade e diversidade que existem, cada aluno escolheu uma para fazer um pequeno trabalho. 

Em português, muitos nomes próprios e apelidos são nomes de plantas. Foi proposto aos alunos, quando adequado, que conhecessem melhor a planta do seu próprio nome, o que alguns fizeram.

Fica aqui os diferentes cartões criados pelas diferentes turmas (Clica em cada uma das imagens para acederes às apresentações)

Encontro online do 6.ºE com alunos da Moldávia

No dia 23 de junho de 2021, a turma do 6º E participou numa videoconferência com alunos da Moldávia, no âmbito do projeto eTwinning “Book it 21”.

Neste encontro online, os nosso alunos, ainda a partir da sala de aula, e os alunos moldavos, já em férias escolares, partilharam experiências de leitura de diferentes obras literárias, bem como a sua experiência na participação neste projeto. Também aproveitaram o momento para darem a conhecer um pouco o seu país.

This slideshow requires JavaScript.

 

Prémio Comunidade Virtual – Votação do Poster do Eco-Código

Está a decorrer até 15 de julho a votação online para o “Prémio Comunidade Virtual” do concurso Nacional Poster Eco-Código.

Nesta votação, serão premiados os 3 trabalhos com maior número de gostos. O Concurso Nacional Eco-Código pretende promover a participação e a criatividade dos jovens envolvidos no Programa Eco-Escolas através da produção de um trabalho de comunicação: o póster. O Eco-Código corresponde a um dos elementos do programa: o 7º passo da metodologia proposta. O Eco-Estudante deverá conseguir identificar um conjunto de atitudes e comportamentos conducentes à melhoria do ambiente na escola, em casa e na sua região.

O Agrupamento de Escolas Cego do Maio na edição deste ano participa com dois trabalhos, sendo um da EB 2,3 Cego do Maio e outro da EB1/JI de Pedreira/Argivai.

Para apoiarem os trabalhos das duas escolas devem clicar no link que está sobre cada uma das imagens e reagir à imagem com um gosto, através da rede social Facebook.

Reuniões com Encarregados de Educação do 7.º e 8.º Ano

Informamos os Encarregados de Educação do calendário de Reuniões com os Diretores de Turma para entrega dos registos de avaliação referentes ao ano letivo 2020/2021.

Com exceção da reunião da turma do 8.º E, que se realiza no dia 28 de junho, às 17:30,  todas as restantes reuniões serão realizadas no dia 30 de junho, às 17:30.

As reuniões serão feitas de forma presencial, no entanto, face às contingências que ainda vivemos, apenas será permitida a entrada do Encarregado de Educação do aluno na sala.

Informamos também do calendário para a devolução dos manuais escolares  e dos portáteis que se encontram no Aviso n,º 22 e Aviso n.º 23.

A renovação de matrícula é feita de acordo com a informação constante no Aviso n.º 21.

 

4 J-S da EB do Século vence Concurso Municipal “As Olimpíadas da Cidadania e do Património”

A turma 4 J-S da Escola do Século foi a grande vencedora do concelho da 2.ª Edição do Concurso Municipal “As Olimpíadas da Cidadania e do Património”, dirigido aos alunos do 3.º e 4.ºano de escolaridade.

Ontem, 25 de junho, foi o dia da Final desta edição que consistiu numa competição online, em contexto de sala de aula, através d’ “O Fantástico Jogo das Perguntas Olímpicas”, entre as 4 turmas apuradas na 1.ª Fase (4º J-S da EB do Século, 4B3 da EB do Desterro, 3A-AM da EB Cadilhe-Amorim e 3Rates, da EB de Rates).

Esta iniciativa, desenvolvida no âmbito do Projeto “PVPV – Póvoa de Varzim Promove Valores”, da Ação 3 – “Elos de Cidadania” e da Plataforma Póvoa+, foi um momento muito divertido e de aprendizagem sobre Cidadania e o Património Local.

Muitos parabéns aos nossos alunos!

This slideshow requires JavaScript.

Instrumentos musicais tradicionais do meu país- projeto eTwinning

A turma do 6.º B participou no projeto eTwinning “Traditional instruments from my country” fundado pela professora Cristina Barbosa  com a colaboração da professora Ana Sobral e em parceria com uma escola da Letónia e outra da Grécia. Com o objetivo  de motivar os alunos para a importância do património cultural musical nacional e internacional, cada equipa pesquisou sobre os diferentes instrumentos musicais no seu país e apresentou-os aos estudantes dos outros países. Com este projeto, os alunos também melhoraram as suas competências digitais aprendendo a utilizar novas ferramentas da web 2.0; desenvolveram o trabalho em equipa e melhoraram a língua inglesa.

Partilhamos alguns dos produtos finais criados pelos alunos portugueses e também resultados finais do projeto, que pode ser consultado aqui

Vídeo para apresentar a escola:

 

Vídeo final com as músicas dos diferentes países gravadas pelos alunos:

Apresentação da turma B do 6.º ano:

 

Criado com o Padlet

Comemoração do Dia Nacional do Cigano

COMEMORAÇÃO DO DIA NACIONAL DO CIGANO

 

No dia 24 de junho comemora-se o dia Nacional do Cigano. O projeto eduK’ARTE – e8G, em colaboração com o Agrupamento de escolas cego do maio, celebrou o dia Nacional do cigano com a dinamização de uma atividade no espaço de convívio dos alunos.

Ao longo da semana, os participantes diretos do projeto eduK’ARTE – e8G desenharam e pintaram a bandeira que representa a cultura cigana, bem como, prepararam todo o material necessário para o desenvolvimento da atividade.

durante a manhã de hoje, na sala de convívio dos alunos, colocou-se a bandeira e a música que representa o hino cigano, com o intuito de toda a comunidade escolar ser convidada a deixar as suas questões sobre a temática na caixa de perguntas.

Na hora de almoço, o Miguel, dinamizador comunitário do Projeto eduK’ARTE – e8G, juntamente com a Técnica Joana Rocha e na presença da comunidade escolar (assistentes operacionais, alunos e respetivas professoras) abriu a caixa e respondeu a todas as perguntas que lhe foram colocadas. foram abordados diversos temas importantes para a desmistificação de estereótipos e preconceitos, como é o caso do casamento precoce, do estilo de vida, dos hábitos e costumes, com perguntas tão simples como, por exemplo, porque as meninas e mulheres usam os cabelos compridos, porque se vestem de preto, porque trabalham essencialmente nas feiras, entre outras questões que fizeram parte de uma atividade divertida que tinha como objetivo quebrar barreiras entre culturas.

This slideshow requires JavaScript.

Load more