Bullying é para fracos | Projeto+

No dia 7 de dezembro, na paragem de Projeto+, o 9.ºC trabalhou o tema que elegeu – “Saúde Mental”. Este dia foi dedicado ao Bullying e seus efeitos na saúde mental dos intervenientes.

O dia começou bem cedinho, em Inglês, com a preparação do espaço e condições da sala de convívio, onde durante a manhã e para os alunos do 9.º ano, decorreram duas sessões dinamizadas pela escola segura sob o tema “Bullying é para fracos”.

Em TIC, os alunos pesquisaram sobre vários aspetos desta problemática, desde consequências para agressores e vítimas, notícias sobre casos reais e mensagens anti-bullying, que viriam a constituir a base de trabalho do mural elaborado pelos alunos em Educação Visual e que se encontra exposto no corredor central da escola para toda a comunidade.

A manhã terminou com a dinâmica de grupo em Ciências Naturais em que os alunos recriaram situações de Bullying e procederam à reflexão sobre as mesmas, nas várias vertentes que as situações envolviam. Este trabalho de dramatização e reflexão teve continuação no final do dia em Geografia+.

This slideshow requires JavaScript.

This slideshow requires JavaScript.

10 dezembro Dia Mundial dos Direitos Humanos | Clube Europeu

No âmbito do Clube Europeu, a turma do 7.ºE não quis deixar de celebrar o Dia Mundial dos Direitos Humanos, a 10 de Dezembro, tendo realizado alguns trabalhos alusivos ao tema.

O nosso mundo está numa encruzilhada.
A pandemia da Covid-19, a crise climática e a expansão das tecnologias digitais a todas as áreas das nossas vidas criaram novas ameaças aos direitos humanos. 

A exclusão e a discriminação são galopantes. A pobreza e a fome estão a aumentar pela primeira vez em décadas.  Milhões de crianças estão a perder o seu direito à educação. As desigualdades agravam-se.

Mas podemos escolher um caminho diferente.
Há 73 anos, a Assembleia Geral das Nações Unidas adotou a Declaração Universal dos Direitos Humanos.
Os princípios estabelecidos nesta simples Declaração continuam a ser a chave para a realização de todos os direitos humanos – civis, económicos, culturais, sociais e políticos para todas as pessoas, em todos os lugares.

A recuperação da pandemia deve ser uma oportunidade para expandir os direitos humanos e as liberdades e reconstruir a confiança. Confiança na justiça e na imparcialidade das leis e das instituições. A confiança de que uma vida digna está ao nosso alcance. Fé de que as pessoas possam ter um tratamento justo e resolver os seus problemas pacificamente.
As Nações Unidas defendem os direitos de cada membro da nossa família humana. Hoje e todos os dias, continuaremos a trabalhar pela justiça, igualdade, dignidade e direitos humanos para todos.”

                                                       Discurso de António Guterres em 9 dezembro 2021

Clica nos ícones para ver as apresentações dos alunos:

 

Feliz Dia dos Direitos Humanos!

Mesa Redonda | À conversa com mulheres da Terra

Na passada terça feira, 7 de dezembro, a EB 2,3 Cego do Maio recebeu seis reconhecidas personalidades para uma Mesa Redonda: Aurora Cunha (figura histórica e incontornável do atletismo nacional)Lucinda Campos Amorim (Vereadora dos Pelouros do Desenvolvimento Económico, Turismo, Agricultura e Pescas) Luísa Tavares Moreira (Presidente da delegação da Póvoa de Varzim da Cruz Vermelha Portuguesa e da Casa do Regaço)Manuela Ribeiro (Diretora do Gabinete de Projetos Culturais do Cine-Teatro Garrett)Rita Nova (Coordenadora da Associação Pathos)Sílvia Gomes Costa (Vereadora dos Pelouros do Ambiente e da Inteligência Urbana).

Esta atividade enquadrou-se no Plano de Atividades da disciplina de Projeto+ e do Projeto Erasmus+/eTwinning “SHE’S the Change”, desenvolvido em parceria com escolas de Espanha (Tenerife), Itália e Grécia e que prevê que, em cada uma das escolas, os nossos alunos conheçam melhor mulheres que se têm destacado na zona em que habitam, desafiando-os a pesquisar sobre mulheres da sua área de residência, que se evidenciam em diferentes áreas, dando a conhecer o seu trabalho nas artes, nas letras, na defesa dos direitos humanos, na defesa de minorias, na promoção da interculturalidade, na proteção do ambiente e no desporto, entre outros.

Os alunos da turma E do 8.º ano prepararam e dinamizaram esta atividade no auditório da escola, abrindo-o à comunidade. Os alunos conduziram todo o processo, desde a visita guiada pela escola até à moderação da mesa redonda, a colocação das perguntas, filmagem e aspetos técnicos. A conversa girou em torno do papel ativo e interventivo destas mulheres na comunidade, mas também abordou temas como a Solidariedade, Saúde, Igualdade e Sustentabilidade, trabalhados no Projeto Erasmus+ e na disciplina de Cidadania e Desenvolvimento.

As convidadas responderam a todas as questões de forma afetuosa cativando, ao longo de duas horas, com os seus testemunhos, mas também com mensagens de incentivo, perseverança, resiliência e respeito pelo outro. Um dia pleno de aprendizagens para todos os envolvidos.

De destacar ainda que a Secretária de Estado da Educação, Inês Ramires, que se encontrava na escola para uma visita e reunião de trabalho, compareceu por alguns momentos na atividade, não deixando o local sem dirigir uma palavra de apreço às convidadas e especialmente aos professores e alunos pela iniciativa.

Pesquisar, valorizar, relatar e divulgar o trabalho destas mulheres é uma forma de os alunos desenvolverem algumas competências como o pensamento crítico e criativo, aprofundar o saber científico e tecnológico, aumentar a sua sensibilidade estética e artística, produzir textos e trabalhar formas de comunicação e informação. Os objetivos foram plenamente atingidos: Trazer o mundo real para a sala de aula, promover a colaboração entre alunos e aprender por meio da metodologia de Projeto.

Esta atividade decorreu durante os dias de paragem para Projeto+ e todas as turmas (no dia 6, o 2.º Ciclo e no dia 7, o 3.º Ciclo) desenvolveram atividades centrados nos temas de cidadania que muito brevemente serão publicitadas.

This slideshow requires JavaScript.

This slideshow requires JavaScript.

Atividades|Projeto Mindfulness na escola

O AE Cego do Maio tem vindo a fazer uma aposta na introdução de práticas de Mindfulness na escola  e, este ano, continua a implementar o projeto Mindfulness iniciado em 2017 em parceria com a Associação Mentes Sorridentes. Neste momento, o programa abrange dois grupos de alunos de três turmas de 8.º e 9.ºano, num total de 23 alunos.

HORÁRIO: segunda-feira (16:30) —-quinta-feira (16:30)

A Resolução do Conselho de Ministros nº 90/2021 de 7 de julho, o Plano 21/23 Escola+ (um Plano Integrado para a Recuperação das Aprendizagens) reforça que a educação socioemocional tem vindo a assumir uma importância crescente e comprovada em contexto escolar.

Este projeto, implementado apenas com o apoio da escola e da sua Direção, sem qualquer outro apoio externo, é desenvolvido pela docente Ana Ribeiro, com formação específica na área. Pretende-se apostar no bem-estar social e emocional, favorecendo a aquisição de competências como o autoconhecimento, a comunicação e a autorregulação emocional, entre outras, contribuindo para o crescimento emocional equilibrado e o bem-estar geral dos participantes.

Partilha-se uma apresentação dinâmica de algumas das práticas desenvolvidas durante este 1.º período e do espaço criado para a as sessões.

Mindfulness na Escola de Ana Ribeiro

This slideshow requires JavaScript.

Atividades do Clube de Línguas

Este ano letivo, o Clube de Línguas é frequentado por cerca de 10 alunos, na sua maioria do  2.º Ciclo, no entanto o Clube tem recebido também, de forma mais pontual,  alunos da disciplina de francês, que procuram este espaço para realizar tarefas de apoio à disciplina.

Atendendo à faixa etária dos alunos e às suas especificidades, as atividades desenvolvidas no Clube de Línguas têm uma vertente mais lúdica, sendo comemoradas algumas datas festivas como o “Día de los Muertos”; o “Thanksgiving” ou “Noël”.

Com duas sessões às quintas feiras, os alunos inscritos no Clube de Línguas têm podido assistir a pequenos filmes; realizar atividades de Canto em grupo; de vocabulário e de ilustrações temáticas e participar em jogos didáticos, recorrendo para a realização das tarefas, sempre que possível, a diferentes ferramentas tecnológicas.

Página do Clube: https://www.cegodomaio.org/clube-de-linguas/

 

Semana Europeia da Prevenção de Resíduos | Eco-clube

De 22 a 26 de novembro decorreu a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos… E participámos!

Os resíduos orgânicos verdes e castanhos produzidos na cantina da Escola foram recolhidos diariamente pelos alunos do 8.º ano e encaminhados para o nosso compostor, de forma a obter composto como fertilizante.

É fundamental prevenir e reduzir a quantidade de resíduos deitados fora. Mais de 30% dos resíduos produzidos é composto por resíduos biodegradáveis. Ter um compostor para colocar resíduos verdes significa que vamos produzir menos lixo e ganhar uma excelente fonte de nutrientes para a nossa horta biológica.

This slideshow requires JavaScript.

A Natureza como ambiente de aprendizagem no JI Pedreira 1/Argivai

Para proporcionar às crianças o contacto com a Natureza, realizam-se semanalmente saídas do Jardim de Infância Pedreira 1 ao Parque Natural do Anjo e ao Parque de Merendas de Argivai (ambos os parques próximos do Jardim de Infância).

Estas visitas têm-se revelado muito gratificantes para as crianças e têm sido potenciadoras de aprendizagens e experiências significativas a nível físico, cognitivo, social e afetivo, contribuindo para seu bem-estar e desenvolvimento.

O espaço exterior é um local privilegiado para atividades da iniciativa das crianças que, ao brincar, têm a possibilidade de desenvolver diversas formas de interação social e de contacto e exploração de materiais naturais. É ainda um espaço em que as crianças têm oportunidade de desenvolver atividades físicas, num ambiente de ar livre.

O envolvimento e entusiasmo demonstrados pelos adultos (educadora responsável e assistentes), bem como a atitude de respeito e confiança em relação às crianças, são dimensões basilares para a qualidade das experiências no exterior.

A concretização semanal desta atividade contou com o apoio, envolvimento e a devida autorização dos Pais e da Direção do Agrupamento.

Este ano letivo os Pais apoiaram, também, o repto lançado pela educadora responsável, de enviarem galochas e impermeáveis para que as crianças possam usufruir do espaço exterior do jardim de infância igualmente em dias de chuva.

“A brincadeira ao ar livre contribui para criar crianças, fortes, confiantes e capazes” (in Descalços e Felizes, Angela J. Hanscom, 2018).

This slideshow requires JavaScript.

Notícia do Jornal de Notícias Sobre o Projeto Escola No Mar

O Jornal de Notícias na sua edição de hoje apresenta o Projeto “Escola no Mar” onde participam atualmente duas turmas de 4.º ano da Escola EB1/JI do Século. No dia da reportagem estava presente no projeto a turma do 4.º K-S que prestou declarações ao funcionamento deste projeto, assim como o professor José Antonino e o Diretor do Agrupamento de Escolas Cego do Maio, Arlindo Ferreira.

Este projeto já tive início na Escola EB1/JI do Século no ano letivo 2020/2021 e teve continuidade para 2021/2022.

 

Trabalhos 3D | História

No âmbito do Plano Anual de Atividades, o grupo disciplinar de História do 3.º ciclo, apresentou uma proposta de realização de trabalhos 3D aos alunos do 7º e do 8º ano, tendo como incentivo a sua exposição no átrio da Escola. Assim, os alunos do 7.º ano produziram trabalhos subordinados à temática “Modus Vivendi” tendo como período em estudo a Pré-História. e ao 8.º ano, idêntica proposta enquadrada na época dos descobrimentos.

Os alunos abraçaram o desafio com muito entusiasmo e, mediante a possibilidade de este ano letivo ser possível expor à comunidade os trabalhos produzidos, deram largas à imaginação e criatividade e acabaram por superar as próprias expectativas e surpreender agradavelmente a comunidade educativa.

A exposição está patente no Átrio da Escola de 19 a 26 de novembro.

This slideshow requires JavaScript.

10 projetos distinguidos | Escola Amiga da Criança

Nove projetos da EB 2,3 Cego do Maio e um projeto da EB1 da Pedreira  foram distinguidos na 4.ª edição da Escola Amiga da Criança. 

A EB 1/JI da Pedreira conseguiu o galardão com o projeto “Natal 2020: Um Futuro com Esperança” e a  EB 2/3 Cego do Maio com os projetos desenvolvidos no âmbito do Eco-clube: “Brigada Verde – limpeza dos espaços exteriores”; “Comedouros Tetra Pack para aves”; “Compostar na escola”;  “Dia Nacional da Água”; “Eco-Clube”; “Horta Bio”; “Nós cuidamos do nosso jardim”; “Recolha de Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos” e “Recolha de tampas PET”.

Escola Amiga da Criança trata-se de uma iniciativa conjunta da CONFAP (Confederação Nacional das Associações de Pais), da LeYa e do psicólogo Eduardo Sá, que visa distinguir escolas que concebem e concretizam ideias extraordinárias, contribuindo para um desenvolvimento mais feliz da criança no espaço escolar e essencialmente partilhar essas boas práticas.

 

Load more